Profissional ressalta uma possível explicação para as atitudes de Jerônimo, de Verão 90

João Guerreiro (Rafael Vitti) é o filho dos sonhos de Janaína (Dira Paes). Bom de coração, “guerreiro” na vida, além de educado.

Já Jerônimo (Jesuíta Barbosa) é a personificação de problema: mau caráter, se mete em diversas confusões, mentiroso e sem nenhum pingo de remorso.

A mãe deles, na trama de Verão 90 (folhetim global das 19 horas), é uma mulher que vai para o Rio de Janeiro atrás do filho problemático, que se passa por um milionário em terras cariocas depois de fugir do sul do Brasil.

Quem é o pai dos meninos? Ainda não se sabe e esperamos ter notícias dele até o final da novela.

Entretanto, desde já, podemos dizer que a falta da figura paterna pode ser uma das explicações para as atitudes do rapaz.

E quando um filho não tem contato com o pai?

Juliana Isliker, coach em constelação familiar, lembra que o papel do pai é de mostrar a vida, enquanto o da mãe é o de nutrir.

“Assim, quando não há esse contato com o pai, a pessoa acaba buscando o mundo de outras maneiras, onde aparecem os vícios, por exemplo”.

A especialista adverte que algumas pessoas consideram presença como algo do dia a dia, mas quando vamos mais a fundo, é preciso levar em consideração a alma.

“Quando a gente fala da presença do pai, especificamente, temos que tomar cuidado, porque em muitas vezes ele está sim presente. Mas somos nós que não estamos disponíveis ou não podemos chegar até ele”, ressalta.

Juliana explica que a energia do filho que vem do pai e da mãe é considerada completa, com dificuldades de fluidez e sensação de incompleta quando não acontece.

Sendo assim, essa pode ser uma das causas de Jerônimo ser o que é, além de uma dose extra de falta de caráter.

Vamos esperar o desenrolar da história. Voltamos com mais novidades!

(Imagens: Rede Globo)