Conhecida pelo bordão “Não tem babado nega” Júlia Peixoto a Ju Pxt acumula mais de 300 mil inscritos em seu canal no YouTube e quase 800 mil seguidores em seu Instagram, tamanha popularidade não impediu que a jovem do Rio de Janeiro, sofresse um ataque racial.

Ju Pxt

Ju Pxt/ Foto: Reprodução Instagram

Tudo começou com a proposta de um perfil comercial no Instagram. A loja em questão lhe ofertou um aparelho celular em troca de sua divulgação.

Ju Pxt

Ju Pxt/ Foto: Reprodução Instagram LinkedIn

Porém Júlia desconfiou do perfil que queria que ela divulgasse o produto antes de receber.

Ju Pxt

Foto: Reprodução Instagram Ju Pxt

“Como vou divulgar algo para quem me segue se eu não sei da procedência? Não vi o produto, não sei se é verdade, nem CNPJ da loja ele me informou para eu averiguar se realmente essa loja existia, a gente já vive com tanta dificuldade nesse país e vem alguém querendo prejudicar os outros.” Disse Júlia em seu stories.

Ju Pxt

Ataque racista/ Foto: Reprodução Instagram Ju Pxt

Após vários questionamentos, a digital influencer começou a receber diversas ameças e ofensas, entre elas ofensas raciais.

Ataque racista a Ju Pxt

Ataque racista/ Foto: Reprodução Instagram Ju Pxt

“Ele começou a me ofender, ofender a minha origem e a minha cor. Nao dei mole e enfrentei ele, isso aconteceu no final de dezembro quando eu estava viajando, não quis preocupar vocês, por isso só tô postando agora! Eu não me calo, não devemos nos calar jamais, racismo, machismo, homofobia, qualquer tipo de ataque e preconceito Não Passaram” finalizou Júlia para seus seguidores.