Especialista explica recuperação dolorosa de Anitta após operação da Endometriose

A cantora Anitta foi diagnosticada com Endometriose e relatou nas relatou nas redes sociais sobre a descoberta da doença que a causava muitas dores. Anitta precisou passar por uma cirurgia e nos últimos dias tem comentado sobre o processo de recuperação doloroso. O ginecologista e obstetra, César explica, em detalhes, como é a fase pós-operatória, tempo de melhora e quais cuidados devem ser tomados.

“Em relação a recuperação costuma ser muito subjetivo pois vai depender do grau de comprometimento dos órgão pelo processo inflamatório causado pela doença e o fato de manipular vários órgão que podem estar acometidos, inclusive casos onde há um comprometimento intestinal e urinário costuma gerar mais incômodo no pós operatório”, explica o médico.

Os seguidores da cantora comentaram a postagem nas redes sociais sobre as variações durante a recuperação. Alguns alegaram que tiveram um processo mais longo e outros mais curto. “A recuperação vai variar muito mais geralmente a alta hospitalar em caso de cirurgia laparoscópica ou assistida por robótica gera muito menos dor no pós operatório, menor índice de infecção, menor tempo de internação hospitalar , deambulação mais precoce e retorno às atividades cotidianas num tempo bem mais curto”, pondera.

Anitta deve ficar alguns dias longe dos palcos, mas o prazo de repouso pode variar e depende do paciente. “É relativo também, mas na maioria das vezes esse retorno ao trabalho pode ocorrer em alguns casos após 15 dias”, diz o médico.

Para finalizar, o ginecologista alerta os cuidados que devem ser tomados logo após a cirurgia. “Deve-se evitar esforço exagerado , evitar pegar peso e uma alimentação mais saudável evitando glúten e embutidos” começa.

“Deve ser evitada atividade física precoce , evitar relação sexual por aproximadamente 50 a 60 dias , evitar alimentos processados e glúten”, finaliza César.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.