Apartamento03 e Prebay apostam em estética artesanal e em palha para o SPFW | Contei

O São Paulo Fashion Week recebeu no último sábado, dia 20 de novembro um dos desfiles mais aguardados da temporada 2021: Apartamento 03!
A Apartamento03 volta ao Spfw presencial após duas edições digitais quando o trabalho foi olhado de longe, apenas pelas lentes brilhantes de computador ou smartphones. Em seu retorno às passarelas físicas e com grande público ansioso para assistir, Luiz Cláudio Silva apresentou a todos a coleção Cura, que nos convida a desejarmos cura para o dia a dia, para voltarmos a viver. A coleção traz inúmeras referências de estudos sobre plantas que curam, pesquisa feita por Luiz, estilista da marca, durante a quarentena. Além disso é nítida a conexão com o espiritual, quando a coleção faz menções visuais a entidades ligadas à cura e suas energias protetivas. ““Ficava sonhando com o desfile, então, em algum momento, eu já desenhava ele na minha cabeça. Muito do que acredito está aqui nas roupas, quem sabe ler vai sacar muita coisa. Ficava me perguntando como fazer roupa depois de tantas coisas. Queria comemorar, mas de outro jeito. Essa é uma comemoração da volta, de estarmos aqui e de sabermos do privilégio que temos”, conta Luiz Cláudio.

A marca apostou em uma collab especial com a carioca Prebay para o desenvolvimento das bolsas feitas em palha, de forma sustentável e artesanal para compor com os looks da coleção, agregando movimento, fluidez e texturas à passarela.

“Desenvolver as bolsas com base na concepção visual do Luiz, entendendo o tema central da coleção foi arrebatador. Fui dormir num dia com uma conversa que tivemos ecoando na mente e acordei no dia seguinte com a certeza do que tinha que fazer no atelier. A palha é um material rico pelo qual somos apaixonados e integrá-la à um desfile do porte que o Apartamento 03 desfilou no SPFW significa muito para mim e para todas as pessoas que amam e investem em marcas sustentáveis e artesanais.” Conta Bruna Prebay, diretora criativa da marca homônima.
Sem dúvidas, este é um desfile que vai ficar guardado na memória e alcançar outras gerações, não apenas pela estética e inovação em matéria prima (a collab apostou por várias vezes em contar a história de “Cura” em palha, não no convencional tecido), mas por toda riqueza de significado e empatia que carrega consigo.
Que venham as próximas temporadas!

Foto. Bruna Guerra e Leo Faria