Digital influencer Aline Leite busca conscientizar sobre lábio leporino | Contei

Aline Leite fala sobre descoberta de lábio leporino da filha Rebeca: “Tive um presságio”

Uma mulher gestante escuta muitos mitos durante a gravidez. A notícia de que o bebê nascerá com uma fissura nos lábios, no palato (céu da boca) ou em ambos significa ter de lidar com mais mitos ainda e até mesmo com a falta de informações das pessoas sobre esta má-formação. A digital influencer Aline Leite não se deixou intimidar pela situação surpresa.

Ao invés de se desesperar, ela buscou conhecer todas as possíveis soluções para que a bebê, a esperada Rebeca, recebesse o melhor tratamento. Aline, moradora em Goiânia, conta detalhadamente nos destaques, uma ferramenta do Instagram, como descobriu que a menina tinha uma fenda labial.

Ela conta que, entre o quinto e sexto mês de gestação, sonhou que sua filha tinha nascido e, ao se aproximar notou uma fenda em seu rosto. O presságio se confirmou num exame de ultrassom morfológico. Ela informou ao médico sobre o sonho, e numa imagem detalhada do rostinho foi comprovado.

Digital influencer busca conscientizar sobre lábio leporino

Digital influencer busca conscientizar sobre lábio leporino

Rebeca nasceu e Aline passou a publicar em suas redes sociais o tratamento da filha. Fez um planejamento desde o parto até a data da cirurgia. Tudo era novidade. Com sete dias de vida, Rebeca já estava usando um modelador nasal, que ficaria até o dia da cirurgia. A cirurgia aconteceu em novembro de 2019, no hospital Sírio Libanês, quando a bebê chegou aos quatro meses de vida.

Ela enfrentou as dificuldades com a preocupação de levar mais conhecimento sobre o assunto aos seus seguidores e apoiar outras mães na mesma situação. “Fácil não foi. Era tudo novidade”, comenta. Seu depoimento foi contado em um livro que está sendo editado. Ela tem ajudado outras mães que a procuram em busca de informações. Afinal, é um problema não tão raro. O lábio leporino atinge cerca de 1 a cada 600 nascidos.

E Rebeca como está hoje? “Após nove meses da primeira cirurgia, está muito bem. Alimenta-se normalmente e a cicatriz é quase que imperceptível. O resultado é surpreendente. Minha maior força está na fé em Deus e em minha família”, comemora a digital influencer. Saiba mais no perfil @alineleitte