Direto da terra do Whindersson Nunes: conheça o Jovem piauiense por trás do “Meu amigo homem” | Contei

Em tempos de relacionamentos tão complicados, conheça o dono do perfil “Meu amigo homem”. Ele ajuda mulheres a se livrarem de cafajestes, abusadores e estelionatários de uma forma divertida, mas não menos efetiva. Com uma linguagem jovem, mas com conselhos diretos e de impacto, ele já faz muito sucesso na web.

Nos últimos meses, diversas celebridades e anônimos têm divulgado na internet os traumas sofridos com relacionamentos abusivos. São situações chocantes que as pessoas estão “botando a boca no trombone”, e isso certamente tem incentivado outras vítimas a denunciarem as diversas situações que passaram.

Por outro lado, um perfil nas redes sociais tem ajudado estas vítimas a reconhecerem quando passam por essas situações e incentivam a fazer as devidas denúncias quando elas acontecem. É a página “Meu amigo homem” que apresenta de forma bem humorada uma série de conselhos para ajudar estas mulheres. “Eu procuro tratar de temas difíceis de engolir, provocando impactos nas pessoas fazendo com elas possam buscar a mudança de vida”.

No entanto, não é fácil lidar com essa situação, e por isso ele precisa ter muito cuidado com o que fala na web: “Muitas mulheres já sabem que estão em relacionamentos tóxicos, mas precisam ouvir da boca de um homem para tomarem suas decisões. Então eu influenciei milhares, senão milhões de mulheres a se resgatarem, a tomarem as decisões que precisavam. Isso eu chamo de influenciar de forma positiva”, destaca.

Foi dando esta atenção ao público, como uma espécie de conselheiro sentimental, que ele descobriu que o seu propósito era estender a mão ao próximo: “Descobri que eu só chegaria longe se ajudasse as pessoas de verdade. Já respondi tantas mensagens no direct do Instagram e na caixa de perguntas dos stories que já tive lesão por esforço repetitivo. Ajudar as pessoas me deu o conhecimento necessário para mudar a vida delas para melhor”, destaca.

Mesmo com tanto trabalho, cada vez mais “meu amigo homem” estava sempre de prontidão para atender quem precisava: “Acolhi muitas pessoas que estavam sendo agredidas ou sofrendo relacionamento abusivo, o que me fez entender que eu deveria me dedicar mais a ajudá-las”, conta.

Hoje com milhares de seguidores nas plataformas digitais, ele acredita que a maior conquista recebida pelo seu trabalho é a gratidão: “Meu maior prêmio é já ter retirado muita gente de relacionamentos tóxicos. Como sou um influencer independente, quem mais nota meu trabalho é mais quem realmente precisa dele”, ressalta.

Para o futuro, ele já traça os próximos objetivos: “Quero ajudar mais e mais mulheres a terem relacionamentos mais saudáveis e alegrar o dia delas, pois meu trabalho também tem uma pitada de humor”, completa.