Dra. Patrícia Ludwig conta como podemos potencializar o tratamento de botox | Contei

Prolongar o efeito de forma saudável e totalmente segura

A toxina botulínica mora no coração de milhares de pessoas ao redor do globo, e tem sua fama cada vez mais fortificada com o famoso “preventivo”. O botox é um dos tratamentos estéticos mais famosos do mundo, por ser minimamente invasivo, seguro, e ter uma eficiência comprovada (além da capacidade de reaplicação). Sendo utilizado não apenas com fins estéticos, seu primeiro uso veio em 1973, por um oftalmologista em busca de uma alternativa não cirúrgica para tratar pacientes com estrabismo. Apenas em 1988 começaram as pesquisas para seu uso nas rugas faciais, perpetuando seu legado desde então.

A médica esteticista Dra. Patrícia Ludwig conta que as aplicações do botox duram de 4 a 6 meses, mas que com o consumo de zinco esse tempo pode se estender (ou se manter dentro dos prazos caso a aplicação da paciente dure menos tempo que o previsto.)

“Muitos estudos apontam que uma suplementação com cápsulas de Fitase e Citrato de Zinco são os grandes amigos de quem faz aplicações de botox, tendo um crescimento positivo na duração do procedimento.”

A profissional explica que a toxina botulínica precisa de Zinco presente no organismo da paciente, para que o tratamento possa fazer efeito. Já a Fitase atua gerando uma maior absorção do Zinco.

“Por isso que a combinação de Fitase e Citrato de Zinco se tornou um complemento bastante procurado pelas pacientes de estética. Ambos os componentes tornam a toxina botulínica mais efetiva, tendo assim uma diminuição no número de aplicações no ano.”

O zinco também pode ser consumido de uma maneira mais natural, sendo encontrado em alimentos que consumimos no dia a dia.

– frango

– carne bovina e suína

– ovos

– cereais integrais

– feijões

– leguminosas

“Mas não são todas as pessoas que possuem uma quantidade significativa desse mineral no organismo, já que muitos dos alimentos citados também contêm fitato, o que prejudica a absorção de zinco. Nesse caso, a suplementação entra como uma necessidade, caso o paciente queira um resultado realmente duradouro.” – Finaliza.