Já ouviu falar em autossabotagem? | Contei

Natália Medeiros (@coachnataliamedeiros) , executive coach, especialista em empresas e carreiras, escreveu esse artigo sobre autossabotagem.

Será que a sua mente está trabalhando em seu benefício, ajudando você a controlar as emoções e enfrentar os desafios diários? Ou está boicotando os seus planos, sempre encontrando os pontos negativos e gerando ainda mais instabilidade emocional.

Você já se questionou por que as coisas não dão certo na sua vida ou por que você desiste tão fácil dos seus projetos ou não tem consistência nas suas metas e não consegue conquistar seu sonho? Às vezes, dá até impressão de que a vida está paralisada e que nada acontece, (já sentiu isso?). Muitas vezes, somos nós que impedimos nossos próprios resultados. Ou seja, sabotamos nossos próprios sonhos. Já ouviu falar no termo Sabotadores da mente?

A autossabotagem está relacionada processos onde nossos medos e insegurança se tornam protagonistas da nossa história. Criamos dúvidas sobre merecimento, habilidades e a partir disso, adotamos (ou temos) atitudes que destroem nossas conquistas e sonhos.

Trouxe neste texto uma abordagem sobre o tema, baseada na metodologia de Shirzad Chamine (2012), escritor do livro Inteligência Positiva. Chamine (2012) explica que os sabotadores estão relacionados às funções cerebrais voltadas para nossa sobrevivência, sendo desenvolvidos principalmente na nossa infância, reforçados ao longo da vida e que permanecem na mente, na idade adulta.

Eles são de padrões mentais automáticos e habituais, cada um com sua própria voz, crença e suposições que trabalham contra o que é melhor para você”, ou seja, funcionam como inimigos mentais internos. Os sabotadores criam padrões de comportamento como resposta a situações cotidianas da vida que nos impedem de alcançar o nosso verdadeiro potencial e são responsáveis por diversos estados mentais negativos, como desânimo, falta de motivação, perda de foco e sensação de fracasso, por exemplo.

Após entender o que são sabotadores, você deve estar se perguntando, quem são esses sabotadores? No próximo trecho, vou apresentar os principais sabotadores internos da mente, mas antes vale a pena falar um pouco sobre a inteligência positiva. Ela se trata de uma Forma de utilizar o cérebro como o seu melhor amigo, fazendo com que ele trabalhe ao seu favor quando é preciso lidar com os desafios da rotina e vale dizer que: quem tem uma inteligência positiva alta possui uma mente que age muito mais como amiga do que como inimiga. Ela é uma indicação do controle que você tem sobre sua própria mente e o quão bem sua mente age em seu próprio benefício.

Segundo Chamine, nossa mente tem um lado sabotador e outro lado aliado, chamado MODO SÁBIO. Características da mente ligada ao modo Sábio:

– Mentalidade Aberta e empatia;

– Capacidade inovadora, disposta a criar novas perspectivas e soluções fora de

parâmetros convencionais;

– Clareza para as escolhas e cria caminhos que melhor se encaixam em seus valores;

– Não se paralisa por qualquer interferência e/ ou distrações.

Chamine analisou e elencou 10 principais padrões de comportamentos, os

“sabotadores”, que impedem a realização plena do potencial das pessoas.

Identificar quais deles são mais presentes em você é o primeiro passo para combatê-los:

1) Crítico, considerado o principal, leva você a encontrar defeitos em si mesma,

nos outros e nas circunstâncias o tempo todo, provocando estresse, raiva,

decepção, vergonha, culpa, sentimentos de incapacidade e até ansiedade.

A mentira dele para se justificar é a de que, sem ele, você ou os outros se

transformariam em seres preguiçosos e sem ambição que não iriam muito longe.Assim, a voz dele costuma ser confundida com a voz durona da razão em vez de o Sabotador destrutivo que realmente é.

2) Prestativo: Geralmente, este sabotador induz você a tentar ganhar aceitação e afeição ao ajudar, agradar, salvar ou elogiar os outros frequentemente. O

resultado é que ele faz com que você perca de vista suas próprias necessidades e se ressinta dos outros.

Também encoraja os outros a se tornarem exageradamente dependentes de

você. A mentira dele é que você está agradando os outros porque é uma coisa

boa de se fazer, negando que, na verdade, você está tentando ganhar afeição e

aceitação indiretamente.

3) Vítima: Este sabotador induz que você se sinta emotivo e temperamental como forma de ganhar atenção e afeto. Resulta em um foco extremo em sentimentos internos, principalmente os dolorosos, e pode muitas vezes resultar em uma tendência a se martirizar.

As consequências são que você desperdiça sua energia mental e emocional, e

os outros se sentem frustrados, impotentes ou culpados de nunca conseguirem

fazer você feliz por muito tempo. A mentira da Vítima é que assumir a figura de

vítima é a melhor maneira de atrair cuidado e atenção.

4) Insistente: Está relacionado à necessidade de perfeição, ordem e organização levada longe demais. Ele deixa você e os outros ao seu redor ansiosos e nervosos.

Drena a sua energia ou a dos outros com medidas extras de perfeição que não

são necessárias. Também faz você viver em constante frustração consigo

mesmo e com os outros pôr as coisas não estarem perfeitas o bastante. A

mentira dele é que o perfeccionismo é sempre bom e que você não paga um

preço muito alto por ele.

5) Hiper- Realizador: Te leva a viver dependente de desempenho e realizações

constantes para validação de respeito e méritos. Ele mantém você concentrado

principalmente no sucesso exterior em vez de no critério interior para felicidade.

Costuma levar a tendências insustentáveis de vício em trabalho e faz com que

você perca contato com necessidades emocionais e de relacionamento mais

profundas. A mentira dele é que sua aceitação própria deveria ser dependente do desempenho, conquistas e valorização externas.

6) Controlador: Funciona movido a uma necessidade ansiosa de estar no

comando, controlar situações e dirigir as ações das pessoas de acordo com a

vontade dele. Ele gera alta ansiedade e impaciência quando isso não é possível. Na visão do Controlador, ou você está no controle, ou está fora de controle. Enquanto o Controlador permite que você consiga resultados em curto prazo, ele acaba gerando ressentimento nos outros em prazos mais longos e impede que eles exercitem e desenvolvam sua capacidade plena. A mentira dele é que você precisa do Controlador para extrair os melhores resultados das pessoas ao seu redor.

7) Hipervigilante: Faz você sentir preocupação intensa e contínua em relação a

todos os perigos que cercam você e em relação a tudo o que poderia dar errado.Ele fica constantemente em estado de alerta e nunca pode descansar. Isso resulta em uma grande quantidade de estresse contínuo que exaure você e os outros. A mentira dele é que os perigos ao seu redor são maiores do que

realmente são e que a vigilância ininterrupta é a melhor maneira de lidar com

eles.

8) Inquieto: Este sabotador está constantemente em busca de emoções maiores na próxima atividade ou mantendo-se sempre ocupado. Ele não permite que você sinta muita paz e alegria com sua atividade atual. Dá a você uma contínua série de atividades que o faz perder o foco nas coisas e nos relacionamentos que realmente importam. As outras pessoas têm dificuldade em acompanhar a pessoa guiada pelo Inquieto e costumam se sentir distantes dele ou dela. A mentira dele é que, ao se manter tão ocupado, você está vivendo a vida intensamente, mas ele ignora o fato de que a busca por uma vida cheia faz você perder a vida que está acontecendo no momento.

9) Esquivo: Se concentra no positivo e no prazeroso de uma maneira extrema.

Ele evita tarefas difíceis e desagradáveis e conflitos. Ele leva você aos hábitos

de procrastinar e fugir de conflitos. Isso resulta em explosões nocivas, em

conflitos sufocados que foram deixados de lado, e provoca atrasos na conclusão de coisas. A mentira dele é que você está sendo positivo, e não evitando seus problemas.

10) Hiper-Racional: Coloca um foco intenso e exclusivo no processo racional de tudo, incluindo relacionamentos. Ele faz com que você seja impaciente com as emoções das pessoas e as veja como indignas de muito tempo e consideração. Quando você está sob a influência do Hiper-Racional, pode ser visto como frio, distante ou intelectualmente arrogante. Ele limita sua profundidade e flexibilidade em relacionamentos no trabalho e em sua vida pessoal e intimida pessoas com mentes menos analíticas. A mentira dele é que a mente racional é a forma mais importante e útil de inteligência que você possui.

Para você que vencer sua autossabotagem:

Descubra quais sabotadores estão predominantes em você, te impedindo de

viver felicidade e realização nos projetos pessoais e profissionais. Isso pode ser

feito através de uma avaliação comigo, através de uma sessão de avaliação de

sabotadores.

Enfraquecer seus sabotadores

Fortalecer o modo Sábio: Praticar o uso do seu Sábio para superar desafios,

vivenciar sentimentos de compaixão, criatividade, alegria, paz e determinação

consciente mesmo em meio aos desafios