Médica Soraya Vieira fala sobre maneiras de tratar a hipertensão

Entrevistamos a médica Dra. Soraya Vieira, pós graduanda em cardiologia clínica, que atua principalmente em Rondônia. Em uma publicação de artigo, se aprofundou em Hipertensão Arterial Sistêmica e afirma: Casos cardiovasculares aumentaram 90% no Brasil, após a pandemia de Covid-19.

A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é uma doença crônica degenerativa, não transmissível, é definida pelos valores pressóricos Pressão Arterial (PA) sistólica. Suas formas são a Primária (causa desconhecida) e a Secundária (causa conhecida). 

Médica Soraya Vieira 1 - 9

É uma doença comum e de alta prevalência tornando-se fator de risco para o desenvolvimento das doenças cardiovasculares (DCV), como Acidente Vascular Cerebral (AVC), Infarto do Miocárdio e Insuficiência Cardíaca, devido às alterações funcionais e ou estruturais dos órgãos-alvo como coração, encéfalo, rins e vasos sanguíneos, predispondo às alterações metabólicas no indivíduo.

No Brasil, a HAS é responsável por causa óbitos de aproximadamente 30 milhões de brasileiros (36% dos homens adultos e 30% das mulheres), representam 65% dos óbitos na população adulta; 40% das aposentadorias precoces, e por 14% das internações na faixa etária de 30–69 anos. 

E esse número é crescente; seu aparecimento está cada vez mais precoce e estima-se que cerca de 4% das crianças e adolescentes também sejam portadoras. Doença de alta prevalência tanto na morbidade quanto na mortalidade vêm se tornando um problema grave de saúde pública no Brasil e no mundo. 

Em entrevista, Soraya compartilha:

“Atualmente os casos cardiovasculares aumentaram 90% no Brasil, após a pandemia de Covid 19. Estamos vivendo isso no dia a dia, tantos os consultórios quanto os hospitais estão lotados de pacientes com comorbidade cardiovascular.As doenças cardiovasculares e o câncer são umas das principais causas de mortalidade em todo o mundo.O check up é uma oportunidade para prevenir doenças e diagnosticar doenças precocemente. Acredito que é importante criar vínculo médico paciente, para definir, de acordo com os achados e o histórico individual, um plano de cuidado personalizado.” 

Médica Soraya Vieira 8

As dicas são: priorizar a pressão arterial em consultas clínicas, checar se o paciente está se policiando com a ingestão de hábitos nocivos como bebida alcoólica e cigarros em grande escala, envolver outros profissionais no tratamento, empoderar pacientes para conseguirem manter um estilo de vida mais saudável e como a Dra. Soraya Vieira ressalta, os médicos devem defender políticas públicas que assegurem o acesso a métodos de diagnóstico e acompanhamento do quadro, além de remédios de boa qualidade. 

Link do artigo: https://ares.unasus.gov.br/acervo/html/ARES/10088/1/PI%20SORAYA.pdf

Quem é Soraya Andrade?

Médica, pós graduanda em cardiologia clínica pela IPEMED/ Rio de Janeiro, atua hoje no Hospital Terciário no Estado de Rondônia, sendo responsável pelas intercorrências em enfermarias de múltiplas especialidades clínicas e cirúrgicas e assistência de pacientes de semi-intensiva. Atua também em hospital particular no setor de urgência e emergência.

Entre o trabalho e a rotina familiar, a entrevistada compartilha que viajar é um dos seus maiores hobbies, sempre que pode, equilibra as obrigações do dia a dia com pausas merecidas de descanso.

Para saber mais acompanhe: @sorayamandrade

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.