Mitos E Verdades Na Moderna Técnica De Transplante Capilar Da Clínica Harmonie | Contei

Dr. Bruno Gonçalves, da Clínica Harmonie, de Belo Horizonte, esclarece mitos sobre o transplante capilar e a técnica fio a fio

A Clínica Harmonie, localizada em Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte, é destaque nacional em transplante capilar. Sob comando do renomado Dr. Bruno Gonçalves, a Clínica Harmonie completou 5 anos de atividade, especializando-se na técnica fio a fio denominada FUE (Extração das Unidades Foliculares).

Conhecido pelo trabalho de qualidade, responsabilidade e ética, Dr. Bruno Gonçalves faz questão de divulgar em suas redes sociais os procedimentos e resultados do transplante capilar, e, principalmente, derrubar tabus e mitos.

“O transplante capilar, assim como diversos procedimentos estéticos, tem se tornado mais acessível a nossa população. Isso é muito positivo, mais pessoas podem recuperar sua autoestima, ganhar qualidade de vida. Mas o lado negativo é a propagação de inverdades, mitos e notícias falsas, que podem colocar em risco não apenas o resultado do procedimento, mas a própria saúde do paciente. Tentamos combater isso com nossas redes sociais”, afirma Dr. Bruno.

Em um rápido bate papo com nossa redação, Dr. Bruno fala sobre alguns tabus comuns na área de transplante capilar.

REDAÇÃO> Tempos atrás o transplante capilar era criticado pelo aspecto artificial. Isso ainda acontece?

  1. BRUNO> Não, de forma alguma. As técnicas evoluíram de forma significativa, e o transplante capilar na técnica fio a fio, conhecida como FUE, apresenta um resultado totalmente natural. Quando realizado por um profissional devidamente qualificado, é praticamente impossível perceber que trata-se de um transplante.

REDAÇÃO> A calvície atinge apenas os homens?

  1. BRUNO> Não. Embora seja mais frequente em homens, a calvície também afeta as mulheres.

REDAÇÃO> São utilizados cabelos sintéticos no procedimento?

  1. BRUNO> Não, os cabelos utilizados são do próprio paciente, retirados de uma região doadora, como por exemplo a parte posterior e laterais do couro cabeludo. Eles são então transplantados para a região calva. É um processo praticamente artesanal, fio a fio, que assegura ao paciente um resultado extremamente natural, com crescimento dos cabelos a partir de 3 meses. Além de não haver rejeição, estamos falando de 100% de compatibilidade do material genético.

 

REDAÇÃO> Transplante capilar é muito doloroso?

  1. BRUNO> Não, esse é outro mito que foi derrubado com a evolução das técnicas. O procedimento de transplante fio a fio é praticamente indolor, sem cortes ou cicatrizes lineares. Aplicamos anestesia local, e o período de recuperação é muito curto.

REDAÇÃO> Transplante capilar é caro e privilégio de poucos?

  1. BRUNO> Não, o procedimento é bastante acessível, pois a própria evolução das técnicas tornou possível alcançar melhores resultados com menores custos. Porém é fundamental pesquisar clínicas com profissionais verdadeiramente capacitados e com experiência no que se propõe a fazer, e não focar as pesquisas apenas na questão financeira.

Dr. Bruno Gonçalves afirma que entre os diferencias da Clínica Harmonie estão o atendimento, a transparência e o suporte ao paciente. “Desde o atendimento pré cirúrgico, com informações claras, até a realização do transplante e o período pós cirúrgico, em que asseguramos ao paciente um ano de acompanhamento clínico, todo trabalho da Clínica Harmonie é direcionado para o melhor resultado possível. Nosso paciente chega à Clínica cheio de dúvidas e mitos, e sai satisfeito com o resultado”.