Quinho Sabiá, o colecionador apaixonado que se transformou num acervo vivo do Vôlei Mundial | Contei

Marcos Vinícius Gawantika, ou se você preferir “Quinho Sabiá” como carinhosamente é chamado e conhecido, é natural de Valinhos ( Interior de São Paulo) E carioca de coração, Quinho Sabiá leva consigo uma trajetória de desafios e principalmente de superação.

Nascido em ano Olímpico, 1984 “Olimpíadas de Los Angeles, o universo já dava sinais de que sua história seria este universo tão mágico do esporte.

Apaixonado pelo Voleibol desde sua infância e adolescência, ainda com poucos recursos da época, Ja colecionava os famosos recortes de jornais e revistas do segmento que eram febre na década de 90 e 2000.

Ainda em tempos de pouca tecnologia, a coleção não se limitava apenas nos recortes, mas também nas gravações dos jogos, todos em DVD.


Quinho e a levantadora Fernanda Venturini

Jogos da liga nacional, até mundiais, sul-americanos, Grand Pix, Jogos Olímpicos entre outros, Quinho despretensiosamente, se tornava um estudioso sistemático,com sua paixão pelo esporte, indo a fundo no universo do Voleibol nacional e Internacional das mais diferentes gerações.

Os anos se passaram, e junto com eles a tecnologia avançando ainda mais, e o colecionador já possuía em sua coleção, verdsdeiras relíquias em seu rico acervo voleibolistico.

Foi quando em 2020, durante a pandemia do novo Coronavírus que assolou o mundo, no advento das lives, no auge do isolamento social, que Quinho Sabiá, produzia conteúdos preciosos aos seus seguidores, e apaixonados pelo vôlei. E não demorou muito para o colecionador conquistar a admiração de muitos inclusive em suas live’s com grandes nomes do vôlei mundial como: Mireya, Ana Moser, Renan Dal Zotto, Nalbert, Ida, Marcia Fú, Virna, Cecília Tait, Fernanda Venturini entre outros.

Quinho e Ana Moser

As lives promovidas por “Marquinhos” eram na verdade uma rede de reencontros e emoção, resgatando memórias lindas do esporte e trazendo um pouco de saudade e esperança aos lares brasileiros.

Quinho com o Téc. Renan Dal Zotto


Quinho com Nalbert

Eram jogadores ( as) que se reencontravam, outras que estavam sumidas por anos do grande público, e Quinho com sua paixão e devoção ao vôlei, conseguiu reunir e resgatar em suas lives que eram na verdade uma aula de conhecimento e informação, além de muito carisma.

Seu vasto conhecimento aprofundado, causaram espanto até mesmo nos jogadores ( as ) que o parabenizaram por tanto conhecimento.
Seu acervo pessoal e também de conhecimento profundo, chamaram a atenção inclusive do “Museu do Vôlei” que é hoje a entidade mais respeitada no acervo nacional do esporte.

Quinho além de nos presentear com tanto conhecimento, também tem sido uma figura importantíssima durante os jogos olímpicos de Tóquio no Japão, trazendo em seu Instagram todas as informações e calendário dos jogos , de forma muito responsável e atual.

Conheça mais sobre o trabalho deste colecionador e apaixonado pelo vôlei que com tanto trabalho e dedicação por anos, fizeram deste garoto de Valinhos, ser hoje um dos colecionadores e estudiosos amantes do voleibol mais respeitados do país!

Siga Quinho no Instagram:

@quinhosabia