Tenor Guilherme Moreira representa o Rio de Janeiro em competição internacional | Contei

Aos 24 anos e prestes a se formar em Música pela UFRJ, jovem talento sonha com bolsa

 

Prestes a se graduar em bacharelado em Música e Canto pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), o jovem tenor Guilherme Moreira, de 24 anos, representa o Rio de Janeiro no Concurso Internacional de Canto Linus Lerner – Edição Brasil.

 

“Para quem é pobre, cada passo que damos em direção a um sonho é uma vitória. Sou um dos finalistas. Existe uma premiação que é dada por voto popular. Gostaria da força de todos cariocas para trazer esse caneco para cá”, diz o jovem que se orgulha de ter nascido em Piedade, no subúrbio do Rio de Janeiro.

 

Guilherme Moreira foi um dos finalistas ao cantar Vesti La Giubba, da ópera Pagliacci de Ruggero Leoncavallo (1892). Uma obra que é referência na música clássica italiana e sempre cantada por Luciano Pavarotti.

“Trata-se da única obra de seu autor. Algo que me emociona e conversa comigo quando eu canto. Ela é apresentada com frequência nas grandes casas de ópera do mundo. Por possuir apenas dois atos, costuma ser encenada antes ou depois de outra peça mais curta”, explica o tenor.

Vakinha

O jovem talento carioca sonha com bolsa após concluir seus estudos. Mas para isso precisa  pagar aulas, taxas de documentos e inscrições. Para se habilitar a um programa internacional em  música clássica, o cantor lírico Guilherme Moreira precisa  levantar o valor R$23 mil.

 

“Em 2017, houve uma masterclass com David Gowland, que é um dos professores do programa de jovens cantores do Royal Ópera House lá em Londres. Meu sonho é poder fazer isso, mas o que pega são as custas”, conta o jovem tenor que se prepara para fazer uma vaquinha e arrecadar o valor para conseguir sua formação na Inglaterra.

 

“Esperança é algo que me move. Não é fácil você expor sua arte para ser apreciada e julgada ao mesmo tempo. Rola um certo medo, mas o interessante é que neste concurso temos jurados que têm carreiras incríveis como maestros, cantores, professores de canto e diretores de ópera que entendem muito do ramo e ter o feedback dessa gente é muito importante para mim que sou jovem e pretendo entrar no mercado”, conta Guilherme Moreira.

 

Concurso

 

O Concurso Internacional de Canto Linus Lerner em parceria com a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, através do projeto Movimento Sinfônico 2020, realiza a Edição Brasil do Concurso Internacional de Canto Linus Lerner.

Em virtude da atual situação sanitária mundial, a realização da edição Brasil do Concurso Internacional de Canto Linus Lerner foi criada para apoiar e incentivar talentos brasileiros, nascidos ou naturalizados no Brasil, residentes ou não no país, tanto de forma financeira como através de oportunidades de performance e de desenvolvimento artístico em três modalidades de prêmios.

 

A Edição Brasil conta com o apoio financeiro da SASO, com a contribuição de profissionais e instituições da área artística mundial e do projeto Movimento Sinfônico da OSRN.

 

Serviço

 

Votação popular – Concurso Internacional de Canto Linus Lerner – Edição Brasil

Período do voto popular: até 29/09

Acesse o site aqui: https://jovenssolistas.aure.com.br/

Processo de votação: Basta se cadastrar no site e escolher o tenor carioca Guilherme Moreira

Vídeo de inscrição: https://www.youtube.com/watch?v=viQkFLnoLbc&feature=youtu.be