Vinicius Rodrigues: a jornada de um empreendedor jovem até o sucesso | Contei

Com uma história que inspira milhares de educadores, Vinicius Rodrigues trabalha para transformar esse cenário brasileiro é algo mais valoroso para os alunos e docentes. Empresário do ramo da educação com anos de experiência, Rodrigues sempre foi uma pessoas esforçada em tudo que realmente tivesse desejo de fazer, porém, o seu foco não era fixo, e sempre passava de um lugar para o outro. Essa atitude do empresário causava preocupação com seus pais que sempre pensavam: “Ah, é mais um temporário, daqui a pouco ele está em outro.”

Antes da educação, Vinicius já aterrissou em vários campos, passando por jogador de futebol, skatistas, karateca, lutador de judô, e até astronauta foi uma de suas ambições. O segredo do mundo do empresário era que ele sempre tentar fazer algo inovador no mundo e nunca para de se desafiar, fugindo de sua zona de conforto. Foi nessas idas e vindas que percebeu um talento que sempre teve em todas as suas ações, que era o dom de ser um bom vendedor.

Apesar de nunca ter faltado nada em sua casa, desde os cinco anos de idade, Vinicius já buscava ser independente. Ao contar sua história, o educador se lembra com emoção de como era o apoio e incentivo de seus pais: “Lembro como se fosse ontem… Eu pegando brinquedos, jogos e coisas que eu literalmente não precisava para sobreviver e colocando tudo dentro de uma mochila para levar para a escola.” – Seus pais ficavam sem saber como reagir, e perguntavam se ele estava passando fome, porém, esse era o modo que Vinicius tinha de construir coisas que realmente trouxesse a impressão de suas. O pensamento do jovem era considerado avançado para sua idade, que mostrava a consciência que para se conquistar sonhos altos, ele precisava andar com suas próprias pernas, e assim foi insistentemente, sendo que uma de suas primeiras conquistas foi um celular novo que conseguiu comprar após realizar algumas vendas.

Como um entusiasta da tecnologia e da inovação, Vinicius sempre focava em conseguir o que queria, do mais caro ao mais tecnológico, tanto que negociar méritos com seus pais sempre foi algo constante durante seu período na escola: “Ah mãe, se eu tirar 10 nessa prova, você me dá de presente alguma coisa?” – Apesar desses pedidos, o empresário nunca foi um bom aluno. Sempre atrapalhando as aulas conversando, ele defendia desde aquela época algo que é muito debatido nos dias atuais: estar em um ambiente onde muito do que se vê na escola, nunca iremos usar em nossas vidas.

O primeiro negócio, a gente nunca esquece:

Conforme o tempo ia se passando, o ambiente de estudos logo se converteu em uma área de produtividade e lucro, quando decidiu abrir seu primeiro negócio com revenda de roupas. Durante sua passagem para os 13 anos, Vinicius começou a juntar dinheiro que recebia de sua família e alguns serviços que fazia para seu avô. Com esse valor juntado, entrava em uma loja virtual e comprava camisas de R$ 20,00 e revendia para conhecidos por entorno de R$ 50,00 a R$ 60,00. Aos poucos foi conseguindo multiplicar seus lucros. Aos poucos tudo que envolvesse o assunto financeiro passou a provocar seu interesse, porém, ao zerar sua lista de conhecidos, chegou o momento de assumir novos riscos e desmembrar uma nova metodologia: “Porque eu mesmo não faço toda a logística e produção e aumento meu lucro em 50% e paro de ficar gastando com frete e manuseio.” – Como resultado, criou sua própria marca de roupas aos 14 anos.

Após investir em seu próprio empreendimento no mercado de vestuário, as portas foram se abrindo em sua mente e seu bolso começou a melhorar. A partir do momento em que precisou começar a negociar com seus fornecedores, pode perceber que poderia faturar até 10x mais por seus negócios. As camisetas passaram a sair por R$ 10,00, e seu preço de venda começou a vir a R$ 120,00 por peça. Apesar desses pontos positivos, a concorrência também foi um impacto inicial, e levou Vinicius a investir uma porcentagem em divulgação através do Facebook ADs – a ferramenta de anúncios da rede social de Mark Zuckerberg, uma das maiores do mundo.

O susto na rede social:

Já tendo cultivado um conhecimento melhor sobre como tocar sua própria empresa, a força da plataforma social permitiu que vendas pudessem ser fechadas de uma maneira totalmente online e que o seu estoque iria passar a se tornar seu teto. A solução para tirar a pressão desse teto foi encontrar maneiras de encontrar um tipo de negócio que você 100% escalável e digital, e que tivesse principalmente uma forma de crescer sem limites. Mal sabia ele que um curso online, onde se inscreveu justamente para acabar com essa trava, o faria ganhar seus primeiros R$ 10 mil reais.

A caminhada utilizando a internet como aliada parecia estar indo a toda velocidade, só tinha um impedimento no meio do caminho: o cartão de crédito. Vinicius sabia que seus pais nunca colocariam um cartão em suas mãos, então, só restou uma opção – pegar o cartão e configura-lo escondido no Facebook. A surpresa bateu de frente com a conta bancária de seu pai, porque em apenas um mês, o negócio online de Vinicius alcançou o faturamento de R$ 14 mil – o triplo do valor que seu pai ganhava de salário. Quando tudo parecia perfeito, o tiro saiu pela culatra. Uma certa tarde, seus pais haviam chamado para conversar na sala, e ao ler a fatura do cartão de crédito de seu pai, os gastos com os anúncios do Facebook eram maiores do que o dinheiro que havia faturado. O problema só iria piorar, pois o giro e o saque dos gateways são feito em 30 dias, e o jovem empreendedor tinha apenas uma semana para pagar a conta na rede social.

Educar para se prevenir:

A solução encontrada para isso não poderia ter sido mais criativa vindo da cabeça de Vinicius Rodrigues. Com todo o tempo que passou no Facebook e com a consciência do erro que cometeu, o empresário decidiu enxergar o lado bom da situação e converte-lo em sua solução. Com a missão de ajudar as pessoas a não cometerem o seu mesmo erro, reuniu cerca de 250 alunos em lives diárias no Zoom, onde ensinou para alguns à utilizarem o Facebook ADs de uma forma “correta”, para se ganhar dinheiro através das campanhas. O sucesso foi tão grande que conseguiu vender 125 vagas em um grupo seu por R$ 497,00. Depois de tudo, o que eram para serem R$ 14 mil em uma semana, resultou em um lucro maior que R$ 62 mil reais. Como resultado, Vinicius conseguiu achar seu lugar no mundo dos negócios.

Acompanhe Vinicius Rodrigues no Instagram

Imprensa concedida por: Roberta Nuñez – RN Assessoria Imprensa

Texto por: Luca Moreira