Concurso Miss Bumbum sofre ataque de hater após relembrar participantes trans

O concurso que elege o bumbum mais bonito do Brasil, sofreu ataques nas redes sociais após post que lembrava as participantes transexuais que se destacaram, Thaynna Dantas (2022) e Amanda Sampaio (2013).

Reprodução Miss Bumbum Brasil – Instagram.

De acordo com a organização do Miss Bumbum Brasil, toda mulher pode participar e concorrer ao título que já foi de Andressa Urach.

 

Foto: Divulgação.  (Da esquerda para a direita: Thaynna Dantas e Amanda Sampaio).

 

As inscrições para a edição de 2024 já estão acontecendo. As interessadas, inclusive mulheres trans, deve acessar nas mídias sociais @missbumbumbrasil e seguir o link que se encontra disponível na Bio.
“Nós da organização do Miss Bumbum Brasil, repudiamos qualquer tipo de intolerância ou preconceito com as candidatas. Todo tipo de mulher é aceita na competição. O Brasil é diverso e bumbum cada um tem o seu”, expressou a direção oficial do Miss Bumbum Brasil 2024.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.