Especialista Cássio Canali revela como vender muito na Black Friday sem comprometer lucro | Contei

A Black Friday já é uma realidade no mercado varejista brasileiro. Apesar de alguns “tropeços” envolvendo pouca transparência e falsas promoções anunciadas nos primeiros anos da data no país, ela tem garantido seu lugar no calendário dos consumidores e varejistas brasileiros. Em 2020, as vendas da Black Friday somaram R$5,1 bilhões, o que representa um valor 31% maior do que o de 2019, de acordo com dados divulgados pela NeoTrust/Compre&Confie/. A projeção é que as vendas continuem subindo em 2021, uma vez que a pandemia aumentou significativamente o consumo online.

Mas o otimismo de muitos empresários se divide ao pensar em como se preparar bem para a data, vendendo muito, sem sacrificar seu lucro. O especialista em vendas online por modalidade dropshipping – sem estoque – Cássio Canali explica que é necessário ter planejamento para a data. O empresário e influencer com mais de 320 mil seguidores no YouTube foca em modelos de negócio para o e-commerce, ensinando novatos a entrar para o setor de vendas online. A primeira dica dele, é atrair clientes, mudando o visual da loja online chamando para o período temático: “O tema na cor preta ambienta conforme a expectativa do consumidor. Mostra que você está atualizado e acompanha os movimentos do mercado”, explica.

O segundo passo é criar estratégias de venda que sejam vantajosas para consumidores e empresários. Uma das sugestões de Cássio é aproveitar a data para criar kits ou combos temáticos com produtos que se complementem entre si, de preferência, remetendo à data como por exemplo, “Combo Black 2 em 1”. Tendo em mente que a Black Friday acontece desde 1980, nos Estados Unidos, como uma data super esperada e voltada exclusivamente para a compra, vale investir no fator “série limitada”. “Produtos com um limite estabelecido geram senso de urgência e atraem ainda mais pessoas ao seu anúncio”, destaca Cássio Canali.

O empresário lembra que muitos internautas aguardam a data, mas não necessariamente descontos. De acordo com ele, a oferta de brindes ou serviços acrescentada a produtos que já estavam na mira do consumidor, podem agregar valor, aumentando as vendas: “Você pode oferecer um brinde somente no período da Black Friday. Por exemplo, vender um kit de panelas e oferecer um ebook de 5 receitas saudáveis e rápidas como brinde ou ’em compras acima de X reais na nossa loja de itens de decoração, no período da Black Friday, você ganha 30 minutos grátis de assessoria de design de interiores”.