Luiz Gwyer se prepara para novos lançamentos com produção de Luo Campanelly | Contei

Depois de mais de dez anos fora dos estúdios, o cantor Luiz Gwyer volta a gravar novo projeto com produção musical de Luo Campanelly. O artista decidiu voltar a gravar observando o mercado musical crescer dentro das plataformas digitais, ele notou também que uma de suas músicas, gravada em 2004, tem plays crescentes no streaming mesmo sem qualquer tipo de promoção.

Luiz Gwyer gravando “Eu Sei Que Vou Te Amar”, projeto de covers acústicos para seu IGTV e Youtube.

“Eu já não me envolvo profissionalmente com música há mais de 10 anos, com o passar do tempo fiquei introspectivo demais para subir no palco e pensar performar olhando o público novamente. Ver o mercado atual absorver artistas que só produzem e não se apresentam me animou e agora estamos na pré-produção de algumas faixas”, comenta Luiz, que gravará músicas dos compositores Alexandre Lucas, Ramom Santos, Anderson Luiz, Nãna Shara, André Lima e Gabriel Moreno.

Luo Campanelly gravando “Jamiroquai – Love Foolosophy Collab”

As primeiras duas faixas serão produzidas por Luo Campanelly, o produtor é ex-diretor musical de Nego do Borel e atualmente produz trilhas para Rede Globo. Campanelly tem em seu currículo passagens com os artistas Biel, Mauricio Mattar e atualmente está no projeto Fonks Gang ao lado de Paulinho Fonseca, do grupo Jota Quest. “Essas duas faixas tenho certeza que ficarão demais, uma delas terá participação de um rapper. Eu e Luiz somos amigos há muitos anos, agora vamos trazer ele para essa roupa nova quer a MPB vestiu”, dispara Luo.

Afastado do cenário popular desde que lançou o single “Vejam Só”, uma balada charme, Luiz usa sua vivencia artística e sua formação acadêmica para cuidar da imagem e carreira de vários artistas que estão na tv e no segmento musical. “Estou desenferrujando, absorvendo muita coisa nova que está acontecendo no cenário e bem animado para fazer novos lançamentos. Vou gravar coisas que sempre gostei, mas nunca pude escolher como opção, pois antes não decidia sozinho. Vem coisa bonita, moderna e boa de se ouvir por aí”, finaliza o cantor.