Superação: Paraquedista Brasileiro relembra acidente quase fatal que sofreu na França

O paraquedista Vagner Jorge é conhecido por fazer diversos saltos em lugares remotos ao redor do mundo. Montanhas, antenas e prédios são alguns dos lugares que o jovem já saltou na modalidade Base jump (salto de um local fixo). Vagner também já participou da quebra de um recorde mundial, saltando com diversas pessoas de uma ponte na Rússia. O que quase ninguém sabe é que o jovem quase morreu em uma de suas aventuras.

No ano de 2017, Vagner estava na França onde foi saltar de uma montanha com um grupo de amigos. Quando o paraquedista pulou seu paraquedas abriu virado para a parde e Vagner caiu batendo nas paredes da montanha até atingir o solo.

Vídeo da queda e fotos:

https://www.instagram.com/p/Ba60hkqhYbE/

Vagner sofreu duas fraturas no fêmur, sendo uma exposta, uma fratura na tíbia e 3 cortes profundos na cabeça.

O resgate por ser em uma área de difícil acesso, precisou ser feito de helicóptero que demorou cerca de uma hora e meia para chegar no local.  Vagner foi conduzido diretamente para o hospital e operado de emergência. Depois das cirurgias veio o segundo susto, a internação e operação ficou próximo do valor de 10 mil euros.
Desesperado, o paraquedista conversou com alguns amigos mais próximos e um deles decidiu criar uma vaquinha online pra ajudar a pagar os gastos médicos.

O valor foi arrecadado, mas ao sair do hospital, Vagner optou por parcelar a dívida com a frança e ir pagando aos poucos. Todo o valor que havia sido arrecadado com a vaquinha online foi doado para uma instituição que cuida de crianças com câncer, o paraquedista ainda deixou em aberto a opção para as pessoas que doaram o dinheiro para ele, pegassem de volta caso quisessem.

Vagner sempre diz que tem medo de altura, mas que gosta de superar seus medos, e que o amor pela profissão e pelo esporte são maiores que tudo. Todo esse amor é transmitido a outras pessoas por meio de um trabalho de incentivo ao esporte e a superação de medos e traumas, para ele não há limitações físicas ou mentais que impeçam quem quer que seja de realizar a vontade de “voar” (saltar de paraquedas).

 

 

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.