Tendências imobiliárias para os próximos anos | Contei

2020 foi um ano desafiador. Com tanta coisa acontecendo em todo o mundo, você deve estar se perguntando como isso afetará as tendências imobiliárias em 2021. Embora a pandemia tenha atrapalhado um pouco as vendas de imóveis em 2020, o mercado rapidamente teve uma recuperação impressionante.

Especialistas em imóveis relataram que o aumento nas vendas de casas no final de 2020 na verdade compensou as perdas do mercado durante o ano passado. Veremos mais resultados iguais em 2021? Como o mercado imobiliário se agitará em nosso clima econômico atual? Dowglas Rogério Melo, corretor imobiliário e sócio das empresas Urban House Imobiliária e Midas Go Land Bank listou algumas tendências imobiliárias de 2021 que você precisa saber, esteja vendendo, comprando ou alugando seu imovel.

O mercado do comprador será competitivo – Entrar no mercado imobiliário como comprador de uma casa pode ser um desafio em 2021. Não apenas os preços das casas devem aumentar continuamente, mas devido ao aumento da demanda, você deve esperar um mercado competitivo. Portanto, se você quiser comprar uma casa , provavelmente terá que agir rápido para vencer a concorrência. Mas existem algumas vantagens para quem procura uma casa em 2021, incluindo taxas de juros que podem cair. Também houve casos de proprietários que baixaram seus preços em questão de aluguel , ou mesmo oferecendo incentivos e serviços gratuitos para atrair novos inquilinos. Então, se você está procurando um espaço temporário para escritório ou sempre sonhou em morar em outro local, agora pode ser a hora de fazer essa mudança.

Home Office imobiliário – Isso de fato é algo que chegou para ficar, com a obrigação de várias empresas terem que evitar aglomerações foi quase que instantaneamente adaptado os trabalhos feitos em casa via internet, reuniões on-line e etc. A procura por casas ou apartamentos com um espaço para montar um escritório aumentou consideravelmente no ano passado e será tendência para 2021.

Imóveis nos interiores das cidades – Com a necessidade cada vez maior de trabalhar em casa, o espaço se tornou uma mercadoria especialmente atraente – particularmente, espaços acessíveis. Por causa disso, as áreas do interior – que já apresentavam uma tendência ascendente de compradores interessados ​​antes do COVID-19 – estão mais populares do que nunca. Naturalmente em alguns interiores se consegue comprar casas maiores e mais confortável por um preço bem menor do que em capitais e aproveitando que muitos cargos agora já são totalmente “home office” não faz diferença onde mora, só tem que ter conforto e boa internet.

Modernização dos imóveis – Os imóveis compactos nos grandes centros das cidades e capitais serão os mais procurados, principalmente os que contam com automação, serviços compartilhados desde “pay-per-use” para lavanderia até o compartilhamento de carros e bicicletas elétricas.

Digitalização de contratos – Com a pandemia em curso, o que ficou claro é que as pessoas devem se manter distantes uma das outras e evitar o contato físico em objetos no qual são compartilhados como canetas e papéis, o’que se vê hoje é a digitalização de contratos de compra e venda entre clientes e construtoras onde tudo já pode ser feito via assinatura digital através do e-mail , agora oque será o próximo passo será o contrato entre banco e cliente (financiamento) que ainda são feitos apenas com assinaturas presenciais em agências ou correspondentes bancários.

Corretor delivery – O corretor de imóveis deve está mais preparado ainda para ir até o cliente, para levar toda informação possível e até oferecer todo serviços via e-mail ou WhatsApp, esse serviço também pode ser como um trailer itinerante onde um escritório móvel poderá se deslocar em grandes empresas ou grandes centro para facilitar o atendimento do início ao fim.

Imóveis em condomínios fechado – Com certeza o aumento será como nunca antes visto, ficou claro que o fechamento de vários parques e praças acabou com o lazer de muitas famílias, a casa em um Condomínio fechado com toda infraestrutura, área de lazer e academias pode ser uma solução para esse tipo de imprevistos, casas com quintais grandes acabam favorecendo muito o bem estar da família nesses tempos de lockdown.

Imóveis se tornaram virtuais – Antes da pandemia, muitos de nós gostávamos de folhear online, procurando diferentes casas à venda na nossa área. Mas com o distanciamento social em jogo, os formatos virtuais tornaram-se um novo normal, com muitos agentes imobiliários utilizando recursos de transmissão ao vivo nas redes sociais para casas abertas e mais ênfase em tours virtuais, vídeos e fotos nas listagens de casas. Embora muitos possam relutar em fazer uma compra tão grande sem nunca entrar em uma casa em potencial na vida real, as ferramentas digitais que muitos usaram em 2020 certamente permanecerão por todo o ano de 2021.

Dowglas Rogério Melo inovou e lançou um escritório dentro de uma carreta. Intitulado Unidade Móvel de Aprovação, a sala móvel conta com várias tecnologias, inclusive o empreendimento decorado virtualmente, onde o cliente pode ver a planta do imóvel sem entrar necessariamente no apartamento.