Dr. Benevenuto apresenta técnica que eleva autoestima de pacientes com orelhas de abano | Contei

Muitas pessoas sofrem com orelhas com má formação, conhecidas popularmente como orelhas de abano. Alguns procedimentos cirúrgicos podem ser realizados, entretanto a complexidade da internação hospitalar, principalmente em tempos de pandemia pela proliferação do Covid-19 precisam ser evitadas.
Deste modo, um procedimento não-cirurgico e definitivo chamado Earshutt tem conquistado cada vez adeptos.
A simplicidade e segurança dentro de consultórios odontológicos, por profissionais dentistas autorizados e capacitados para a realizar procedimentos estéticos transforma o Earshutt em um recurso mais acessível para quem sofre com orelhas de abano.
O EarShutt é utilizado para a correção de orelhas, com uma técnica inovadora. “Conseguimos corrigir e deixar mais harmônica a região da orelha, a partir da utilização de fios e da harmonização facial”, revela um dos profissionais mais requisitados para esse procedimento – Dr. Benevenuto.
Com atendimento na cidade de Campinas em um moderno espaço, localizado no bairro Cambuí, Dr. Benevenuto e sua equipe além de melhorar a estética, possibilita que a autoestima de seus pacientes também seja elevada. “Muitos dos pacientes que chegam ao consultório se incomodam desde crianças com as orelhas de abano, principalmente por terem sofrido bullying. Muitas mulheres não prendem o cabelo por vergonha da orelha e em pouco tempo conseguimos de uma maneira rápida e segura, resolver esse problema estético”, explica o dentista e especialista em Harmonização Facial.
O Earshutt é feito com anestesia local e um tempo médio de 25 minutos por orelha.